Economila – Qual a importância do fluxo do investidor estrangeiro no Ibovespa?

Por: Camila Abdelmalack

Em janeiro, o Ibovespa subiu 7% e o dólar caiu 4,83% em relação ao real. Os investidores estrangeiros registraram um saldo líquido (entrada de recursos – saída de recurso) de R$ 32,5 bilhões no mês passado, o equivalente a cerca de 30% do total registrado em 2021. Isso contribuiu tanto para a alta do índice quanto para a valorização do real, em virtude da entrada de dólares.

Posição Mensal sem IPO e Ibovespa

Fonte : B3

No Brasil, estamos próximo ao patamar terminal da taxa de juros, enquanto nos Estados Unidos esse processo está prestes a começar. No mercado de ações há uma lógica para a escolha das empresas num ambiente com perspectiva de juros elevados: a rotação de setores de crescimento (ações mais “caras” e com o valor mais no futuro) para setores considerados de “valor” (ações de empresas tradicionais e consolidadas que pagam dividendos, como bancos e exportadoras de commodities, por exemplo).

Outro aspecto que favoreceu o mercado acionário brasileiro é a contínua alta nos preços das commodities; o Brasil está fortemente exposto a esses setores. A valorização do petróleo em 20% apenas em 2022, em conjunto com a demanda alimentar aquecida que favorece as exportadoras de proteínas e a expectativa de um crescimento global que mantém as commodities metálicas no radar, beneficiando mineração e siderurgia, são aspectos analisados em conjunto.

Participação dos Investidores na Bolsa

Fonte : B3

No mercado financeiro fica a dúvida se esse fluxo veio para ficar! Não é uma resposta fácil. Embora os preços das ações brasileiras sigam atrativos, principalmente para quem tem dólar, sabemos que uma deterioração no ambiente político às vésperas da eleição pode comprometer esse apetite dos gringos.

Fique ligado com a Veedha!

There are no comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart