Finanças para Crianças

Como falar sobre dinheiro desde cedo?

Dica 1: Comece desde cedo!

O cofrinho e as moedas, certamente, auxiliam na compreensão de conceitos básicos. O cofrinho reforça a importância de poupar dinheiro e com as moedas é possível fazer algumas contas básicas. Assim, aos poucos, a criança se desenvolve em matemática e também se interessa sobre as pequenas compras e, principalmente, sobre escolhas.

Dica 2: Introduzir a “mesada”! Não tenha receio de começar com pouco.

Exercer a consciência do uso do dinheiro. É importante estabelecer uma periodicidade para dar o dinheiro e se manter firme para não ceder quando os recursos da criança se esgotarem. Com a mesada, a criança pode definir o que pode comprar e vai entendendo na prática o real valor do dinheiro para conseguir o que realmente deseja.

Dica 3: Falar sobre as metas de curto e longo prazos.

Quando a criança estiver habituada com a dinâmica da mesada, você pode avançar com outros temas, com as metas de consumo ou lazer. Dessa forma, o benefício de poupar vai se tornando natural e estimulando a criança a pensar em como dividir e planejar o dinheiro que ganha, para que atinja seus objetivos. 

Dica 4: Dinheiro é assunto que precisa fazer parte do dia a dia!

Falar sobre dinheiro, infelizmente, ainda é visto como “tabu” pela maioria, pois envolve uma série de decisões emocionais. Não adie a conversa sobre finanças. Compartilhar algumas escolhas familiares contribui para a criança desenvolver o raciocínio e, gradualmente, “dominar” como funcionam as questões financeiras.

Share this post

There are no comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart