“Semana Veedha – Na Bolsa, estresse e oportunidade andam de mãos dadas”

Os ativos domésticos adentraram em um período de volatilidade pertinente aos desafios da cena política. As manifestações de 7 de setembro elevaram a percepção de risco para o investidor diante dos conflitos entre os três Poderes. O desfecho daquela situação ocorreu com o recuo do presidente Jair Bolsonaro, que contou com a habilidade discursiva do ex-presidente Michel Temer para redigir a Carta à Nação, recebida com dúvidas pelo mercado financeiro sobre uma trégua permanente ou temporária.

O fato é que no curto prazo o movimento do presidente foi válido; daqui para frente não sabemos como será. Na realidade, as eleições de 2022 estão se aproximando e a tendência é a “chaleira ferver”. Por isso, os investidores precisam se preparar para a volatilidade durante um intervalo relevante. A duração depende da resolução de alguns temas:

  • Reforma tributária
  • Precatórios
  • Auxílio Brasil (reformulação do Bolsa Família)

A Reforma tributária ainda não é consenso. A Câmara aprovou a reforma do Imposto de Renda (IR) de pessoas físicas, empresas e investimentos. Foi ampliada a isenção do IR para Pessoas Físicas e reduzida a alíquota para as empresas, ao mesmo tempo em que estabeleceram a alíquota de 15% sobre lucros e dividendos, que, até então, eram isentos. Agora, vamos acompanhar a discussão no Senado. A preocupação é que o texto seja severamente modificado ou que a discussão não avance.

O pagamento dos precatórios em 2022 e a ameaça do teto de gastos. O mercado monitora qual será a opção para a tratativa dos R$ 89 bilhões em dívidas judiciais do governo federal. No momento, estão no radar soluções que permitam ao governo postergar parte dessas despesas ou retirá-las do teto de gastos. Essas discussões podem gerar estresse durante o processo, pois normalmente as alternativas são alvos de críticas de riscos econômicos e jurídicos pelos especialistas. Mas, quando solucionada, haverá um alívio.

O Auxílio Brasil (o programa que reformulará o Bolsa Família) será discutido quando o governo conseguir resolver a equação que envolve os dois temas anteriores. Os precatórios, que liberam espaço no Orçamento do próximo ano, e a aprovação da reforma do Imposto de Renda, a peça para cumprir a regra da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) que diz que para toda despesa duradoura é necessária a criação de uma fonte de renda ou corte de despesa, ambos permanentes.

O governo vai procurar ajustes que equacionem a aceleração de gastos com precatórios, mas não enxergamos nesse momento um risco de abandono do arcabouço fiscal. O desfecho de um Orçamento crível para 2022 pode acalmar o mercado e contribuir para retirar o prêmio da curva de juros. Mesmo assim, a taxa de câmbio (R$ 5,25) e a inflação (8,5%) mais elevadas justificam uma Selic em patamar mais alto ao final deste ciclo de ajuste monetário (8%) e, consequentemente, menor crescimento do PIB em 2022 (1%).

No “vai e vem” do cenário político é justificada a volatilidade do mercado; a leitura dos investidores é que sem clima político a agenda das reformas no Congresso não anda. No entanto, a resolução dos temas listados pode gerar uma janela de oportunidade para a recuperação dos ativos domésticos.

Por isso, falamos para os investidores em renda variável que, na bolsa, estresse e oportunidade andam de mãos dadas. Nos momentos de depreciação dos ativos, os investidores conseguem encontrar uma chance de entrada em empresas de valor, como por exemplo as exportadoras, que não têm sua atividade totalmente correlacionada com a economia doméstica.

Mesmo nas categorias de empresa ligadas à atividade econômica interna, que estão sendo prejudicadas pela onda de revisão do PIB 2022 de 2% para 1% e pelo cenário inflacionário, podemos identificar companhias que são líderes de mercado e conseguem repassar a inflação aos seus preços e cuja demanda é essencial, como varejo alimentar.

Também não podemos esquecer que, mesmo com o cenário incerto para o próximo ano, o fato é que no segundo semestre empresas ligadas a serviços (transporte) estão sendo beneficiadas pela normalização da atividade.

Na Veedha Investimentos, uma equipe dedicada à renda variável pode auxiliar você a navegar pela volatilidade.

There are no comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart