Economila – Vamos falar sobre as características das ações de empresas listadas na bolsa?

Por: Camila Abdelmalack

O critério de classificação de empresas pode auxiliar os investidores a selecionar as ações que farão parte de sua carteira de investimentos. Você identifica a tendência do cenário econômico para amparar sua escolha no mercado acionário.
Vamos colocar em prática essa importância?

Quem acompanha renda variável notou que os investidores começaram a apostar em empresas ligadas ao consumo doméstico ao longo do primeiro semestre, devido à expectativa positiva com a retomada da atividade econômica no segundo semestre. Ao passo que o processo de imunização avança, a reabertura das atividades econômicas segue o ritmo.

Mais um exemplo são as empresas exportadoras de commodities que se encaixam na classificação de ações de valor. No ano passado, após o ápice da crise de saúde, a demanda pelas commodities voltou com tudo pela necessidade da recomposição dos estoques.

No livro “O Jeito Peter Lynch de Investir”, tradução do original “One Up On Wall Street”, um dos maiores gestores de fundos dos EUA aborda diversos conceitos simples (e poderosos) sobre como escolher ações de empresas vencedoras. Outras literaturas também trazem as classificações que em geral podemos resumir da seguinte maneira:

  • Ações cíclicas pertencem a empresas que possuem um desempenho melhor em algumas épocas. Setores pouco resilientes a determinadas variáveis como a inflação, taxas de juros e atividade econômica geralmente são conhecidos como setores cíclicos.
    As indústrias de aviação e automobilística, por exemplo, são altamente afetadas pela atividade da economia, o consumidor pensará duas vezes antes de trocar de carro ou de viajar para fora do país.
  • Ações de consumo, cuja empresa se beneficiam de forma direta do aumento da renda da população. As empresas do varejo são as mais óbvias.
  • Ações de crescimento pertencem a companhias que estão na fase inicial dos negócios e que precisam utilizar todos os recursos possíveis para crescer. Aqui enquadram-se as empresas de tecnologia.
  • Ações de valor, que já estão consolidadas em seu segmento e que fazem parte de setores mais maduros. Empresas exportadoras de commodities e financeiras ilustram bem. Por terem uma necessidade menor de reinvestimento, elas podem estabelecer uma política de distribuição de lucros agressiva, sob a forma de dividendos ou juros sobre capital próprio.

A conclusão é que não podemos apenas olhar para questões microeconômicas, que são particulares da empresa. É necessário também fazer uma análise externa para identificar qual é a sensibilidade do setor quanto às variáveis econômicas.

There are no comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart