Investimentos – O QUE É CORRELAÇÃO?

Por: Ana K

Correlação é um parâmetro estatístico que demonstra a relação entre ativos e como eles se comportam quando comparados uns aos outros. É através dessa medida que podemos descobrir se, por exemplo, quando o preço de determinado ativo cai, o de outro ativo tende a subir.

Essa medida pode ser utilizada para identificar a relação entre o comportamento de dois ativos específicos ou ainda pode ser utilizada para comparar classes de investimentos.

Um exemplo bem conhecido de CORRELAÇÃO NEGATIVA é a bolsa e o dólar. Normalmente quando a bolsa sobe aqui no Brasil, há uma tendência de queda do dólar, uma vez que a alta da bolsa representam uma melhora nas expectativas com relação a economia do país, o que fortalece nossa moeda e gera desvalorização no dólar. 

Já uma CORRELAÇÃO POSITIVA se refere a ativos que tendem a performar de maneira parecida. Por exemplo, se você tem uma carteira de ações muito concentrada em setores voltados para economia doméstica, toda a sua carteira tende a cair quando as perspectivas para o crescimento econômico do país pioram, porque todos os ativos tem correlação positiva.

TIPOS DE CORRELAÇÃO 

Positiva: Quando os ativos se comportam da mesma maneira, por exemplo, duas ações de empresas do mesmo setor. Ambas sobem quando o setor está em uma tendência positiva. Porém se uma das empresas for uma small cap, por exemplo, e outra uma large cap, ambas sobem, mas uma pode ter uma alta mais forte do que a outra. 

Além disso, quando a correlação é PERFEITAMENTE POSITIVA, os dois ativos se sobem exatamente na mesma proporção, no exemplo citado acima. Ou seja, uma variação X em um ativo, representa uma variação X em outro ativo.

Neutra: Quando a correlação é neutra, significa que não é possível identificar uma similaridade no comportamento de determinados ativos. Ou seja, quando o preço de um sobe, o outro pode subir, cair ou se manter estável, por exemplo.

Negativa: A correlação negativa é quando um ativo se comporta de forma inversa ao movimento do outro, como no exemplo do dólar e da bolsa aqui no Brasil. Quando um sobe, o outro tende a cair. 

Uma correlação PERFEITAMENTE NEGATIVA seria o caso de um ativo que é diretamente inverso ao outro, por exemplo se um subiu 10%, o outro cai 10%, sempre em mesma proporção.

A IMPORTÂNCIA DA CORRELAÇÃO EM UMA CARTEIRA DE INVESTIMENTOS

Ter ativos com correlação negativa ou descorrelacionados em sua carteira de investimentos é fundamental para que você tenha uma carteira bem diversificada. Uma vez que se determinada classe de ativos tiver um impacto negativo muito forte, os seus ativos com correlação negativa ou neutra podem balancear o seu portfólio e minimizar os prejuízos.

There are no comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart