Investimentos – Rubi, uma forma de operar em renda variável com proteção

Por: Cristina Cardoso

Na Rubi, você compra a ação e uma proteção, que vai travar esse papel em uma barreira de alta e de baixa.

Funciona assim: você compra o papel no mercado, como uma operação comum em Bolsa de Valores, porém, diferente de comprar e ficar exposto à volatilidade e à variação de preços tanto para cima como para baixo, com a Rubi não há essa exposição. Você compra o papel e tem uma margem de proteção de 20% a 25%, dependendo da operação, que o protegerá de uma eventual queda desse ativo. Em contrapartida, a alta também é travada, ou seja, se o papel subir demais, o ganho fica limitado.

No vencimento: se o ativo nunca atingir a barreira de queda, o cliente ganha o cupom prefixado. Caso a barreira seja atingida a qualquer momento até o vencimento, as opções deixam de existir e o cliente fica com o ativo em custódia.

Não há chamada de margem se o ativo for colocado em garantia.

De forma simplificada, é uma operação que dá ao investidor um retorno prefixado sob a simples condição de a ação investida não desvalorizar mais do que um preço determinado. Caso haja tal depreciação, é como se a operação não existisse e o investidor participará da queda do ativo.

Gostou do artigo ? Compartilhe com alguém importante para você !
A Veedha acredita que quem se informa melhor investe melhor e por isso se preocupa em trazer conteúdo de qualidade para você.

Pensando nisso desenvolvemos em parceria com a Xpeed o curso Formação de Investidores, para que você possa explorar todo o potencial dos seus investimentos, quer saber mais?
Clique aqui

There are no comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart