“Economila – Temporada de balanços”

Por: Camila Abdelmalack

A perspectiva de crescimento global após o impacto econômico da pandemia levou os investidores a acumularem ativos que geram ganhos em um ciclo econômico positivo, é o caso do Ibovespa.

A Veedha reuniu os principais indicativos para uma análise dos balanços corporativos.

Ebitda (sigla em inglês para “lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização”)

Indica o quanto a empresa gera de caixa com a sua atividade, algo próximo ao resultado operacional. É interessante para avaliar a competitividade e a eficiência da empresa.

Dívida

O endividamento não é necessariamente algo negativo; pode representar investimentos da companhia em algo que será revertido de forma positiva futuramente.

Para saber se o índice de endividamento indica algum problema deve-se pesquisar a relação da Dívida Líquida com o Ebitda.

Dívida Líquida / EBITDA = Índice de Dívida Líquida

Ele oferece uma noção do número de anos necessários para amortizar a dívida líquida a partir da geração de caixa (Dívida Financeira Líquida/EBTIDA). O índice acima de cinco anos é considerado alarmante, mas cada setor tem sua particularidade.

“Outros”

Sempre esteja atento aos itens não recorrentes. Ganho de causa, venda de ativo não programada ou uma multa ambiental, geralmente, vão transitar ali nas linhas de outras receitas e despesas. Isso demonstrará se uma eventual receita ou custo reflete algo atípico para a companhia. Se acontece com frequência, pode sinalizar de fato uma tendência.

Caixa

Se o caixa gerado pelas operações não for positivo, significa que as atividades do dia a dia da empresa são incapazes de pagar o custo de sua dívida.

Fluxo de Caixa Operacional – Investimentos em Capital Fixo (Capex) = Fluxo de Caixa Livre

Essa é uma das medidas mais importantes na avaliação de empresas. Em tese, esse é o dinheiro que sobra para pagamento do principal da dívida e para remunerar os acionistas.

EV (sigla em inglês para Valor da Empresa) = Valor de Mercado + Valor das Dívidas – Caixa e Equivalentes de Caixa

Fornece uma ideia de quanto custaria a compra de todos os ativos da companhia, descontado o caixa.

O indicador EV/EBITDA aponta se uma empresa está subvalorizada ou supervalorizada. Um resultado baixo pode mostrar uma empresa subvalorizada; já um resultado maior, que a empresa está supervalorizada.

Pensando nisso desenvolvemos em parceria com a Xpeed o curso Formação de Investidores, para que você possa explorar todo o potencial dos seus investimentos, quer saber mais?
Clique aqui

There are no comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart